Dê uma nota para meu blog


 amar yasmine
 Blog da Teimosa





dungeon


 

Como era de costume toda quarta-feira havia reunião da comunidade BDSM.

Sempre íamos, meu Dono, as duas escravas dele e eu. Eu mais ficava olhando e algumas vezes ele fazia alguns jogos de dominação comigo, mas sempre só com ele. Naquela noite ele trouxe uma roupa bem mais ousada, pois eu sempre ia de preto, mas sempre discreta.

Senti-me meio insegura naquela minissaia de couro sem calcinhas e blusa meio transparente sem soutien,

salto alto sem meias, que nunca havia usado antes, eu estava muito desconfortável, mas

não havia como discordar dele. .

Chegando lá, já estavam os cinco grupos frequentadores habituais (umas 20 pessoas, sendo cinco TOPs entre eles a Domme e meu marido) e mais uns três casais estranhos que eram convidados sempre pelo dono da casa e sua mulher que era tbm sua Domme.

Sempre havia um cocktail regado a vinho o que nos deixava mais "à vontade".

Ele começou nos colocando sentadas no chão, as três a seus pés. Até aí, tudo normal,

mas de saia curta e sem calcinhas, bem mais desconfortável.

A dona da casa sempre começava a "festa”, sendo o centro das atenções, com alguma cena de humilhação com seus escravos ou com o próprio marido. Dessa vez, saiu com ele da sala e voltou com ele na coleira, nu e engatinhando sob seu chicote.

Levou-o até perto de nós e disse:

-"Foda a cadela nova!"

Era eu!!!

Meu marido me colocou de quatro e o sub comeu meu cu ali, com todos olhando,

saia erguida até a cintura. Quando ele acabou ela chegou ao meu ouvido e disse baixinho:

-Isso é pra baixar a tua crista, vagabunda!

Tirou a coleira do pescoço do marido e colocou no meu pescoço.

Mandou-me ficar de pé, me levou até o meio do salão, tirou a coleira,

afastou-se, sentou numa cadeira e ordenou:

- Dispa-se!

Olhei pro meu marido e ele assentiu com a cabeça.

Tirei minha roupa fiquei nua ali, umas 30 pessoas me olhando,

morri de vergonha e de tesão!!!

-Agora venha até aqui, vagabunda, hoje vc vai ser promovida de vagabunda a rampeira!

Comecei a andar e ela gritou:

-De quatro!

Fui de quatro uns 4 metros e ordenou que eu rastejasse!

-Rasteja, rampeira, como o verme que vc é!

Quando cheguei perto dela, ela abriu as pernas e disse:

-Chupa ! E chupa direito senão vou te dar uma surra de cane!

Foi a primeira vez que chupei uma buceta e pelo jeito ela gostou.

No meio da chupada ela disse a um dos homens convidados:

- Querido, vc não quer comer o cu dela, enquanto ela me chupa?

E assim foi, o tal homem que eu nunca havia visto, comeu meu cu.

Um certo momento ela mandou que eu parasse de chupa-la

e passasse a chupar todas as mulheres presentes.

E sugeriu que os homens tbm se revezassem no meu cu.

Foram os 3 outros Doms da comunidade , mais dois de seus escravos e os outros dois convidados,

fora o primeiro convidado e o dono da casa.

Cheguei em casa, quebrada, ardida, em chamas, mas satisfeita...

 

 



Escrito por dungette às 19h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]